Coluna do Borracha - Não tem pra ninguém!

Coluna do Borracha – Não tem pra ninguém!

Após a quarta corrida do ano, a Mercedes se torna o bicho-papão da temporada.
Acabou-se a extensão da pré-temporada da Fórmula 1 e uma coisa ficou clara: o campeão do mundo deve ser um dos pilotos da Mercedes. A afirmação pode parecer muito prematura, mas nunca houve um domínio tão grande de uma equipe num inicio de temporada.

Vamos refletir alguns pontos. Dar aos alemães a oportunidade de construir os motores, ou unidades de potência, pois agora se trata de um conjunto, foi um erro, até pelo fato de sabermos da enorme capacidade deles em criar máquinas eficientes. Ter apenas um fornecedor de pneus também não ajuda em nada, para tentar baratear a categoria, se faz com que não exista nenhuma competição nesse campo. A guerra, das marcas, ou a falta dela, trouxe um grande e insolúvel problema para a categoria, agora, vai ser muito complicado bater as flechas de prata e seus competentíssimos pilotos.

Hamilton dominou completamente a corrida da China, sobrou na pista e agora esta apenas a 4 pontos do seu companheiro, que lidera o campeonato desde a abertura. São três mundos à parte: A Mercedes, que não tem concorrentes até agora; Red Bull, Force Índia, Ferrari e McLaren, que lutam pelo terceiro lugar no pódio; as outras, entre elas a tão cantada em verso e prosa Williams, que de favorita esta em sexto na classificação das equipes, na frente apenas da STR e das 4 zeradas.

No mês que vêm, começa o campeonato de verdade, agora na Europa, mas já podemos estar certos que, com essa enorme vantagem que os alemães impuseram aos outros, vai ser complicado tirar a diferença. Talvez apenas a Ferrari, de chefe novo e animo mais aguçado, tenha capacidade de brigar um pouco mais, inclusive porque a Red Bull começou a ter uma incomoda briga interna entre seus pilotos. Coisas de corrida.

Nesse fim de semana que se aproxima, vamos ter a MotoGP voltando à America do Sul, com a corrida na Argentina. Os “hermanos”, sem fazer alarde, reformaram um autódromo e adaptaram ao que a categoria queria. Resultado: ganharam a etapa, enquanto nós ficamos fazendo barulho e nada acontece.

Tem também Fórmula Indy, que será impossível de se assistir na TV aberta, por conta do horário, e muito complicado não se lembrar do seu maior divulgador no Brasil. O Luciano do Valle nos deixou na semana passada, no começo do feriado ele morreu trabalhando, deixou um legado, muitos amigos e admiradores. De todas as palavras sobre esse poeta da narração, as do Galvão Bueno foram as mais importantes. O maior narrador do Brasil em atividade teve a humildade de admitir que o Luciano era melhor que ele. Coisa de gente grande, coisa que muito piloto pequeno deveria ter coragem de fazer.

A gente se encontra na semana que vêm!

Coluna do Borracha
Coluna do Borracha

Beijos & queijos

e-mail: coluna.site@gmail.com

Follow me on twitter: @borrachatv

www.borrachatv.com.br

Leave a Comment

TV Cross Brasil

No Banner to display