Ford anuncia projeto-piloto inovador com uso de realidade aumentada para área de pós-venda

Primeira empresa do setor automotivo a usar os óculos de Realidade Aumentada na América Latina na área de serviços de pós-venda, a Ford apresenta seu projeto-piloto de Assistência Técnica Remota com Realidade Aumentada durante a Campus Party 2019. A tecnologia será usada para conectar especialistas da empresa a técnicos das oficinas em todo o País para a troca de informações e diagnóstico, em tempo real, nos casos complexos.
A novidade terá início no primeiro semestre deste ano em um projeto-piloto totalmente disruptivo para a indústria, uma vez que a equipe de atendimento da companhia pode visualizar na tela do computador exatamente o que o mecânico está vendo na oficina.
“Essa tecnologia trará grande benefício ao consumidor, pois proporcionará redução significativa do tempo de diagnóstico”, afirma Joaquim Arruda Pereira, diretor de Serviço ao Cliente da Ford América do Sul. “Com a melhoria na eficiência das concessionárias e o suporte em tempo real dos especialistas, haverá aumento da produtividade e da capacidade de atendimento das oficinas, o que certamente resultará em uma experiência melhor aos clientes, maior satisfação e fidelização”, completa.
Para a implementação do projeto-piloto de assistência remota, a Ford selecionou dez concessionárias de todo o Brasil para terem a experiência com o uso da tecnologia e, ao longo do projeto inicial, coletará dados e aprimorará o gerenciamento da operação. Depois dessa fase, está prevista a expansão para toda a rede em 2020.
Ford na Campus Party
A Ford é patrocinadora da Campus Party pela sétima vez consecutiva e, neste ano, levará aos campuseiros e visitantes atrações e novidades tanto na área Open, com entrada gratuita aberta a todos os visitantes, onde está localizado seu estande, quanto na bancada montada na Arena para a realização de workshops e palestras. O evento ocorre de 13 a 16 de fevereiro, no Expo Center Norte, localizado na rua Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, em São Paulo.