DTM: Augusto Farfus dribla domingo de acidentes e termina em 8º em Budapeste

Em corrida movimentada, na qual os resultados foram decididos pelo momento certo do pit-stop, brasileiro terminou no top-10 pela terceira etapa consecutiva, após um sábado difícil na pista de Hungaroring

Em um final de semana que começou complicado para a BMW, na terceira rodada dupla do DTM, Augusto Farfus teve um dia mais positivo e alcançou a zona de pontuação, terminando em 8º lugar na corrida 2 da etapa de Hungaroring, após largar em 12º.

Neste domingo (03), a corrida iniciou quente, e Farfus foi um dos primeiros a fazer seu pit-stop obrigatório, ainda na terceira volta da prova. Porém, logo na sequência, os pilotos foram surpreendidos pela chuva. Farfus optou então por parar novamente para colocar pneus de chuva, e tentar um melhor desempenho nessas condições.

Quando outros pilotos entraram para os pit-stops, o piso molhado e escorregadio da área de boxes ocasionou dois acidentes envolvendo pilotos e suas equipes de mecânicos nas paradas para troca de pneus. Assim, a bandeira vermelha paralisou a corrida e refez o grid, beneficiando indiretamente o curitibano do BMW Team RMG, que pode se reposicionar no pelotão, mesmo depois de ter feito duas paradas.

Após a relargada, com pouco mais de 25 minutos para o fim da prova, Augusto conseguiu um desempenho consistente para ganhar posições e completar as 26 voltas na 8ª posição, ficando no top-10 nas três etapas realizadas até agora no campeonato. A vitória foi de Marco Wittmann, seguido por Timo Glock e Philipp Eng, completando o pódio inteiro da BMW.

No dia anterior, Farfus foi o melhor BMW na classificação com a 8ª colocação no grid de largada, porém, a estratégia e o ritmo não saíram como o esperado, deixando o brasileiro e os outros cinco pilotos da montadora bávara fora da zona de pontuação.

Agora, as atenções de Augusto Farfus se voltam para as atividades do Campeonato Mundial de Endurance (FIA-WEC). Nesta terça-feira (5), ele participa de testes no lendário circuito de Le Mans, onde disputa também a tradicional prova de 24 Horas no dia 16 de junho. Já a próxima etapa do DTM acontece entre os dias 22 e 24 de junho, em Norisring.

Augusto Farfus: 

“Se tivéssemos parado uma volta depois, o resultado poderia ter sido bem diferente, muito melhor. Durante o fim de semana, tivemos vários cenários desta chuva de verão, e em muitas delas nem chegou a molhar a pista. Então, quando fizemos nosso pit-stop, não achamos que tinha uma chuva forte no radar. Foi uma questão de loteria neste caso, e não tivemos sorte na nossa escolha. De qualquer forma, pontuamos de novo e nosso carro teve um desempenho melhor na corrida 2, e é isso que vamos levar desta etapa. E, o mais importante, é que todos que se machucaram nos pits se recuperem logo, essa é nossa torcida”.

“Agora, mudo a chave para as atividades do WEC. Sigo para Le Mans, primeiro para um dia de testes, e depois para correr pela terceira vez nesta prova lendária, então, estou muito empolgado com esses próximos desafios”.