Pedro Piquet mira top-10 na segunda etapa da Toyota Racing Series

Pedro Piquet mira top-10 na segunda etapa da Toyota Racing Series

Aos 15 anos de idade, mais jovem competidor do grid elogia a pista de Timaru.
O segundo capítulo do primeiro campeonato disputado por Pedro Piquet em um carro de corrida acontece no autódromo neo-zelandês de Timaru, palco da Toyota Racing Series neste final de semana.

Mais jovem competidor da categoria (e da família Piquet), com 15 anos de idade, o dono do carro #12 espera conquistar seu primeiro top-10.

“A pista é bem estreita, mas muito boa. O traçado é técnico e difícil. Sofremos um pouco nos treinos, mas esperamos pegar um top-10”, comentou o piloto.

Diferentemente do que aconteceu na abertura da temporada, em Teretonga, todos os treinos livres em Timaru foram realizados em pista seca. Pedro esteve sempre no mesmo segundo do líder e registrou o nono tempo em duas sessões.

Na madrugada deste sábado (pelo horário brasileiro), acontecem duas tomadas de tempo. A primeira define o grid para a bateria de 15 voltas programada para sábado, e, a segunda, o grid da terceira e mais importante corrida, com 20 voltas. A segunda bateria, também de 15 voltas, abre a programação domingo e larga com as oito primeiras posições do grid invertidas em relação ao resultado da primeira prova (a exemplo do regulamento da GP2).

Ainda sobre a estreia em Teretonga na semana passada, Pedro se disse contente com o que realizou na pista, em especial a boa largada na segunda bateria (quando saltou de 15º para oitavo) em piso molhado. “Na terceira corrida estava em décimo e reduzi o ritmo atrás do safety car, mas o adversário que vinha atrás bateu na minha traseira e acabei em 13º.”

A exemplo da primeira etapa, o mais jovem piloto da família Piquet é acompanhado em Timaru neste final de semana pelo tricampeão Nelson Piquet.

Ficha técnica
Motor: Toyota 2ZZ-GE 1.800cc, 215 HP
Transmissão: Câmbio sequencial de 6 marchas
Peso: 550 kg (com o piloto)
Combustível: Etanol
Pneus: Michelin F3

Calendário
Etapa 1 – Teretonga Park, Invergargill – 8 a 12 de janeiro
Etapa 2 – Timaru Raceway, Timaru – 16 a 19 de janeiro
Etapa 3 – Highlands Motorsport Park, Cromwell – 23 a 26 de janeiro
Etapa 4 – Hampton Downs, Auckland – 30 de janeiro a 2 de fevereiro
Etapa 5 – Manfeild, Feilding – 6 a 9 de fevereiro

Sobre a Toyota Racing Series (TRS)
Estabelecida em 2004, é a principal categoria de fórmula da Nova Zelândia. O campeonato tem cinco etapas em cinco finais de semana consecutivos, com três baterias em cada uma delas.

Os carros são similares aos Formula 3, com a mesma relação peso-potência, mesmos pneus e conforme os parâmetros de segurança da FIA para a categoria.

Como é disputada tradicionalmente no início da temporada, a TRS atrai pilotos de todo o mundo, uma vez que o inverno no hemisfério norte dificulta o automobilismo na Europa.

Com cinco equipes inscritas, a 10ª edição do campeonato é a de maior representação internacional. São 13 países presentes no grid de 23 carros, sendo 19 pilotos estrangeiros e quatro neo-zelandeses. A faixa etária dos competidores varia de 15 a 23 anos de idade.

Entre os pilotos com passagem pela TRS, destacam-se o russo Daniil Kvyat (que em 2014 será titular da equipe Toro Roso na F1), o italiano atual campeão europeu de F3 Rafaelle Marciello, o neo-zelandês Mitch Evans (piloto da GP2 em 2013 e campeão da GP3 em 2012) e o britânico Alex Lynn, atual campeão do tradicionalíssimo GP de Macau.

Foto : Bruce Jenkins – Toyota Racing Series

Leave a Comment

TV Cross Brasil

No Banner to display